Televendas: (11) 2388-8200

Precisa de ajuda? Buscar
Bag
Bag

Outubro Rosa com Anacapri #PapoDeAmiga com Flávia Flores

Continuando nossa campanha de Outubro Rosa, em que incentivamos o diálogo como forma de potencializar a prevenção do câncer de mama, lançamos o primeiro episódio da série #PapoDeAmiga. Criamos uma série documental no IGTV (Instagram TV) para contar histórias de mulheres que estão enfrentando ou já

No primeiro episódio, entrevistamos Flávia Flores, fundadora do Instituto Quimioterapia e Beleza. Nosso encontro com ela foi amor à primeira vista, pois o propósito do seu Instituto é despertar a autoestima de pacientes que estão em tratamento, em busca de trazer mais acolhimento e leveza a esse processo tão delicado.


Já pensou na seguinte situação: de uma hora para outra perder todos seus cabelos, ver seu corpo mudando e talvez precisar fazer uma remoção dos seios (mastectomia)? A quimioterapia é um processo intenso, que deixa as pessoas fracas não apenas fisicamente, mas emocionalmente, pois suas consequências promovem mudanças estéticas impactantes e rápidas. Flávia nos desperta a pensar nesse ponto da beleza feminina, que muitas vezes é deixado de lado durante a doença e que pode afetar diretamente o tratamento. Para ela, uma mulher que está mais feliz e tem amor por si mesma, fica mais otimista e confiante para seguir de cabeça erguida.


Quando Flávia descobriu seu câncer de mama em 2012 e iniciou o tratamento, percebeu que não havia muito material de apoio sobre como lidar com assuntos que afetam a autoimagem, foi então iniciou seu projeto Quimioterapia e Beleza, incentivando e dando dicas de lenços, perucas e maquiagem para que mais mulheres continuassem amando o que viam no espelho mesmo durante o tratamento. Hoje Flávia está curada, grávida aos 42 anos e o que era projeto pessoal tornou-se uma referência no assunto. Que honra conhecer de perto essa história!


Nós, da Anacapri, acreditamos que cuidar da autoestima pode ser uma maneira sutil e poderosa de auxiliar reconheçam e se amem, enxergando não apenas a vítima da doença, mas a pessoa linda e forte que está ali. Afinal, continuar expressando quem a gente é lindo e nos leva mais longe.


Vem assistir ao papo que batemos com essa mulher admirável que está ajudando mulheres do Brasil inteiro a enfrentarem o câncer de mama com mais força e leveza.


você também vai gostar